Olá amigos corredores, obrigado por sua visita! Se gostou do nosso blog, indique-o para seus amigos.

Hello, my friends! welcome to Mundo das corridas! If you like this space, please share it with your friends.

Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Mundo das corridas! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.

!Hola! , amigos . Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos.

30 de dezembro de 2013

ENTRANDO 2014 TOMANDO ATITUDE SIMPLES QUE FARÁ DIFERENÇA EM SUA VIDA.

QUE TAL COMEÇAR O ANO TOMANDO ATITUDES QUE AJUDAM MELHORAR SUA SAÚDE?
A MUITO TEMPO ASSISTI UMA REPORTAGEM (NÃO ME LEMBRO ONDE) ONDE DIZIA QUE NUMA CADEIA DE CARBONO, A MARGARINA SÓ FALTA MAIS UM CARBONO PARA TRANSFORMÁ-LA EM PLASTICO. DEPOIS DESTA REPORTAGEM, NUNCA MAIS TIVE CORAGEM DE COMER ESTE VENENO.
MARGARINA UM VENENO PARA A SAÚDE.

A margarina foi criada no século XIX como um substituto mais barato (e mais saudável) que a manteiga.
Quando surgiu, era uma mistura de sebo de vaca, leite desnatado, partes menos nobres do porco e da vaca e bicarbonato de sódio. 

Seu processo atual inclui o uso de solventes de petróleo (geralmente o hexano, bem barato), ácido fosfórico, soda, resultando numa substância marrom e malcheirosa, que sofre novo tratamento com ácidos clorídrico ou sulfúrico, altas temperaturas e catalisação com níquel, que deixa o produto parcialmente hidrogenado.

Isso resulta em um produto com longo prazo de conservação, textura firme mesmo em temperatura ambiente, que não rancifica, não pega fungos nem é atacado por insetos ou roedores.

Enfim, é um não alimento.

O processo todo acaba por formar uma substância rica em um tipo particular de gordura chamado "trans", insólita na natureza e de efeitos nocivos ao homem.

Além disso, o principal predicado da margarina é ser rica em óleos poli-insaturados, que contribuem para um grande número de doenças.
O Estado de São Paulo já noticiou, em 14/11/99, que a gordura da margarina causaria mais danos à saúde que a gordura saturada (segundo o FDA, órgão americano de fiscalização de alimentos e remédios).
Em uma revista Exame, também de 99, saiu um artigo um pouco mais extenso e grave alertando sobre os perigos desse produto e falando das implicações que as poderosas multinacionais americanas estavam sofrendo no próprio país por colocar no mercado produtos comparáveis ao cigarro em termos de periculosidade.
Curioso é que a repercussão no Brasil foi infelizmente pequena.
A margarina pode estar relacionada a disfunções imunológicas, danos em fígado, pulmão e órgãos reprodutivos, a distúrbios digestivos, diminuição na capacidade de aprendizado e crescimento, problemas de peso, aumento no risco de câncer e, principalmente, a transtornos do metabolismo do colesterol, incremento de aterosclerose e doenças cardíacas.

Ou seja, a margarina promove o que ela se propõe a tratar.

A manteiga, por sua vez, é saudável, acompanha a humanidade há dezenas de séculos, pode ser feita artesanalmente no ambiente familiar e só foi considerada nociva e politicamente incorreta após a Revolução Industrial, que conseguiu deformar nosso entendimento de saúde e bom senso.

Na matéria “Margarina: um veneno para a saúde”, postada neste blog, algumas pessoas questionaram o texto, dizendo que hoje o processo da margarina está diferente. Fui conferir.
Como aqui em casa não entra esse produto, pedi a uma amiga uma caixa vazia de margarina que diz ter ômega 3 e 6, vitamina E, ferro e muito mais. Veja a composição: água, óleos vegetais líquidos e interesterificados, vitaminas (A, E, D, B6, B12 e ácido fólico), estabilizante mono e diglicerídeos de ácidos graxos ésteres de poliglicerol com ácido ricinoleico, conservador sorbato de potássio, acidulante ácido cítrico, aromatizante (aroma idêntico ao natural de margarina) e corantes urucum e cúrcuma.
Agora compare com a composição da manteiga que eu tenho em casa: manteiga de primeira qualidade, cloreto de sódio (sal) e corante natural de urucum.

Agora vem a pior parte: Durante uma semana, a caixinha com restos de margarina ficou na temperatura ambiente daqui do Recife (28 a 30 graus) e o produto não amoleceu, não escureceu nem pegou mofo. Dá para imaginar a quantidade de conservante?
Outra coisa: o processo de interesterificação inclui o aquecimento do óleo, e os óleos vegetais são altamente sensíveis ao calor, que destrói suas propriedades e os torna rançosos e saturados, razão pela qual devem ser consumidos frios, à exceção do óleo de coco, que suporta o calor.
A manteiga de fato causa, se comida em excesso, uma carga maior de colesterol. Todavia tem virtudes desconhecidas. Uma delas é o ácido butírico. Recentemente pesquisadores americanos descobriram que esse ácido, presente na manteiga, impede o desenvolvimento de câncer de cólon.
Mas se o problema é controlar o colesterol, basta usar óleo extravirgem cru de oliva, de linhaça, de gergelim, de coco, e evitar fritura. Alternativas há muitas: meus filhos não sabem o que é margarina, só comem pão, inhame, macaxeira, cuscuz com azeite de oliva extravirgem, patê feito em casa e conserva. A de berinjela é uma delícia e tem receita aqui no blog. Raramente comemos manteiga. Bolo, pastel, tudo é feito com óleo vegetal. Assim evito que minha família vire depósito de conservadores, aromatizantes, acidulantes, estabilizantes, corantes e só Deus sabe o que mais. 
FONTE: CURA PELA NATUREZA.

5 comentários:

Renato disse...

Também não consumo margarina ou qualquer produto industrializado. Se consumisse, teria ficado preocupado só em ler a forma de produção e os ingredientes usados.
Informação muito valiosa, parabéns.

Amauri disse...

Muito bom... Quando passei a pesquisar mais sobre nutrição, também desisti da margarina. Basta comparar os ingredientes no rótulo: enquanto a margarina tem uns dez de nomes impronuciáveis e que a gente não tem ideia do que sejam, a manteiga só tem 3, naturais. Valeu Luiz!

wander disse...

amigos corredores sugiram que deem uma olhada no blog low carb paleo do dr jose carlos souto. muito interessante

Run Girls disse...

Comecei este ano com um pensamento mega difereeeenteee! Rumo a corridas e uma alimentação saudável!!

Luiz Bittencourt disse...

OLÁ A TODOS QUE POSTARAM UM COMENTÁRIO NESTE POST
O RENATO, AMAURI, WANDER, E RUN GIRLS.
OBRIGADO !!!
AO RUN GIRLS QUE ESTÁ COMEÇANDO, PODE CONTAR COMIGO NO QUE EU PUDER TE AJUDAR OK???ESTOU ÀS ORDENS
UM FORTE ABRAÇO A TODOS
LUIZ BITTENCOURT