Olá amigos corredores, obrigado por sua visita! Se gostou do nosso blog, indique-o para seus amigos.

Hello, my friends! welcome to Mundo das corridas! If you like this space, please share it with your friends.

Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Mundo das corridas! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.

!Hola! , amigos . Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos.

26 de maio de 2013

FASCITE PLANTAR

ATENDENDO PEDIDOS DE AMIGOS CORREDORES,  POSTO ESTA MATÉRIA
Também chamada de fasceíte, problema surge por conta de uma inflamação gerada pela tensão e sobrecarga da área por excesso de uso.

Para quem pratica corrida de rua, os pés podem ser focos de lesões devido à natureza da atividade física. E um dos problemas mais comuns nessa parte do corpo é a fascite plantar. Também conhecida como fasceíte, ela é sentida através de uma fisgada na planta do pé, que aparece porque a área tem uma curvatura natural e precisa se acomodar ao solo (que em geral é reto), tensionando e sobrecarregando suas estruturas. Ou seja, o excesso de uso pode gerar inflamação, dor e rigidez na região.


O que é?
A fascite plantar é uma inflamação do tecido denso na sola do pé, que ocorre pelo esforço excessivo da região. Esse tecido é denominado fáscia plantar, uma aponeurose (tecido que recobre a musculatura da planta do pé) que se estende do calcâneo, osso que forma o calcanhar, aos dedos. Ela ajuda a manter o arco longitudinal do pé. A corrida e caminhada aumentam a força exercida sobre o pé, ainda mais quando a sobrecarga ultrapassa a capacidade do pé de absorver o trauma, por isso a dor. A fraqueza dos músculos, para absorver esse impacto, influencia.


CAUSAS
- Alterações na formação do arco dos pés;
- Pisada errada;
- Encurtamento do tendão de Aquiles e da musculatura posterior da perna;
- Esforço excessivo da sola do pé

COMO EVITAR
- Correr em terrenos macios;
- Fortalecimento muscular;
- Alongar sempre antes e depois de correr;
- Perda de peso excessivo;
- Palmilhas com acolchoamento do calcanhar para minimizar o estiramento da fáscia e reduzir a absorção do impacto.

TRATAMENTO
Inicialmente, a forma de se tratar a lesão é sempre conservadora, sendo feita com antiinflamatórios e analgésicos. Também é importante fisioterapia com exercícios para alongamento da fáscia plantar e do tendão de Aquiles (tendão da perna posterior).

PALAVRA DO ESPECIALISTA
fundamental suspender as atividades de corrida ou longas caminhadas para o problema não ficar ainda mais sério. Assim como para a prevenção, as palmilhas também são utilizadas para o tratamento". - Ana Paula Simões, ortopedista especialista em medicina de pé e tornozelo, e colunista do 'Eu Atleta'
Por: Paula Gabrielle

Rio de Janeiro


4 comentários:

Luiz Claudio Locatelli Ventura disse...

Caros Leitores,
Muito boa essa matéria sobre este tipo de problema. Para quem escolhe esta atividade física ( correr ) é de máxima importância que todas as recomendações colocadas sejam muito bem observadas. Reitero, também, que o planejamento a longo prazo seja um dos pilares da prática. Devagar e sempre...Um dia de cada vez...Vamos conseguindo alcançar nossos objetivos sem que se sacrifique nossa saúde. Um grande abraço a todos e, bons treinos!

Luiz Bittencourt disse...

OLÁ PROFESSOR LUIZ CLÁUDIO
É SEMPRE UMA ALEGRIA A SUA VISITA AQUI NO MUNDO DAS CORRIDAS E DANDO SUA OPINIÃO
É DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA TODOS OS CORREDORES
VALEU PELA DICA
UM FORTE ABRAÇO
LUIZ BITTENCOURT

Anônimo disse...

muito informativo. então estou fazendo tudo errado, mas agora sei como corrigir!
valeu MUNDO DAS CORRIDAS!!!
abx
diego

ivana. disse...

Boas dicas, amigo. É uma situação bem comum, não é mesmo ? Meu carinho, boa semana.