25 de janeiro de 2012

Polícia russa confunde atletas com ativistas gays

Participantes de uma corrida popular na cidade de Sovetsky foram detidos. País proíbe manifestações e paradas homossexuais

Diversos corredores que participavam de uma corrida popular chamada “Por uma vida saudável”, na Rússia, foram detidos nesta segunda-feira, 23 de janeiro, por serem confundidos com manifestantes do orgulho gay. Após receber denúncias por telefone, a polícia da cidade de Sovetsky foi até o local para deter os supostos ativistas. O grupo foi levado para a delegacia, onde todos os participantes foram ouvidos. Os organizadores tiveram que assinar um documento afirmando que o ato era exclusivamente esportivo. Na Rússia, manifestações homossexuais são proibidas e, até 1993, os relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo era considerado doença mental passível de prisão.

Nenhum comentário: