Olá amigos corredores, obrigado por sua visita! Se gostou do nosso blog, indique-o para seus amigos.

Hello, my friends! welcome to Mundo das corridas! If you like this space, please share it with your friends.

Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Mundo das corridas! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.

!Hola! , amigos . Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos.

22 de dezembro de 2008

Atleta tem que ter cuidado com o coração.../ Dicas de alimentação para a São Silvestre

Ser atleta é ótimo, mas melhor ainda é fazer tudo com segurança. A ansiedade em se iniciar um programa de treino e abandonar o sedentarismo, tornando-se um praticante de atividade física ou até mesmo um atleta, muitas vezes faz com que deixemos de lado etapas fundamentais para nossa segurança e para a obtenção de bons resultados.
Logo de cara, temos que procurar um médico para nos assegurarmos de que o “motor” está bom, ou seja, que o sistema cardiovascular está preparado para esta nova vida. Calma, você não vai realizar milhões de exames e ser vasculhado dos pés à cabeça!Na primeira consulta, o médico fará uma série de perguntas sobre seus antecedentes pessoais e familiares, para tentar descobrir em sua história possíveis fatores de risco para desenvolvimento das doenças cardiovasculares, seguindo com um exame clínico detalhado.
Os exames necessários para completar sua avaliação dependerão da sua idade, sexo, fatores de risco relevantes e tipo de atividade física que se deseja praticar. Homens com mais de 35 anos e mulheres com 40 anos, ou mais jovens com fatores de risco importantes, devem realizar, além dos exames laboratoriais, um teste ergométrico que dará a tranqüilidade, se negativo, para iniciar o programa de exercícios.
Este exame avalia se durante o esforço físico o coração se comporta normalmente ou demonstra algum sinal de disfunção, principalmente relacionado ao risco de infarto. Outros exames podem ser necessários caso haja alguma suspeita extra ou um programa específico de treinamento. Mas não esqueça: aumente a intensidade do exercício aos poucos e sempre bem orientado, para você tirar os maiores proveitos desta nova vida, e tenha uma alimentação equilibrada e hábitos gerais mais saudáveis.Parabéns... você está colaborando para que sua vida seja mais longa e com melhor qualidade. Coração só existe um, por isso, trate-o com carinho!
* Hélio Castello é cardiologista, diretor da Angiocardio e coordenador do Instituo de Ensino e Pesquisa do Hospital Bandeirantes (SP).
fonte:
Dicas de alimentação para a São Silvestre
Cerca de 20 mil pessoas vão enfrentar os 15 quilômetros da São Silvestre justamente no último dia do ano, 31 de dezembro. O mais importante para completar a prova e alcançar o objetivo traçado é o treino correto. Porém, há algumas outras dicas que podem dar uma ajuda extra no dia da competição. A alimentação é uma delas.
O nutricionista Danilo Balu indica a ingestão normal e carboidratos nas semanas que antecedem a prova. São os carboidratos que dão energia para nosso corpo. Mas durante a preparação para a São Silvestre, o corredor certamente vai se deparar com uma farta mesa da ceia de natal e uma dúvida pode surgir: comer ou não as guloseimas natalinas?Ainda segundo Balu, a ceia de natal está liberada desde que se coma com moderação. “Você pode comer de tudo um pouco. Duvido que já não tenha ouvido essa recomendação. Mas se quer comer o chester, o peru, o leitão e também o tender, que o faça em porções de degustação. Afinal esse é um período que geralmente reduzimos com a atividade física e corremos o grande risco de ganhar muito peso”, conta.
As bebidas alcoólicas também não devem ser esquecidas. Vale lembrar que algumas bebidas são altamente calóricas, por isso é preferível consumir bebidas não alcoólicas. No dia da prova - Passado o natal é hora de se preocupar com a prova. De acordo com Balu, o corredor deve evitar comer muita carne um dia antes da prova para evitar a sensação de “peso” na hora da corrida. Além disso, evite o álcool para que esteja bem hidratado. Alguns corredores também devem evitar as fibras para não correrem o risco de sentir vontade de ir ao banheiro no meio da prova.
“Para os novos corredores fica a recomendação de evitar muitas folhas e mesmo cereais por dois dias antes da prova”, diz.Para o dia da corrida o ideal é dar prioridade para os alimentos mais leves com consumo de carboidratos e sem carne.
Cerca de 2h30 antes da largada faça uma última refeição. “Essa refeição seria um pequeno lanche, como uma fruta e um isotônico”, explica o nutricionista. ”No caminho da largada é importante que tenha em mãos de preferência um isotônico”, acrescenta.Durante a prova é importante não esquecer de se hidratar. “O ideal seria tomar alguns goles de água em todos os postos, mesmo que não estiver com sede.
Há um certo temor e as pessoas acabam tomando um copo inteiro a cada parada, o que não se justifica para a imensa maioria. Seja razoável, beba aquilo que o corpo e não a cabeça pede. Infelizmente não há um valor fixo a se recomendar, apenas digo que beba um pouco em todos os postos”. Depois da prova é hora de se hidratar e recuperar o carboidrato. Para isso beba água, isotônico e belisque algo com carboidrato que provavelmente vão estar preparando para a ceia de ano-novo. Isso vai dar a energia que o corpo vai precisar nas próximas horas.
fonte:

Nenhum comentário: